21 de mar de 2011

Meu olhar sobre a Amazônia

 

Sem dúvida, um dos mais belos espetáculos da natureza que presenciei e o mais belo por do sol, foi no meio do Rio Purus, no Amazonas. Exaltar a beleza e a importância da Amazônia soa como uma redundância. É um lugar privilegiado, maior reservatório de água doce do planeta, abriga a maior floresta tropical e possui uma riqueza inigualável. 

Conhecer essa Amazônia requer deixar de lado algum conforto. Mas e os hotéis de selva?  Sim tem maravilhosos hotéis de selva no meio da floresta que oferecem todo luxo e praticidade como qualquer outro hotel nos grandes centros urbanos. Mas sobre esta experiência, não tinha camas confortáveis e sim redes atadas no barco, não tinha ar condicionado, mas uma suave brisa do rio, o cardápio não era planejado e sim o que se pescava no dia, deliciosos peixes e até mesmo jacarés. Uma viagem não planejada, sem roteiro turístico e sim uma vivência durante 2 semanas na Amazônia brasileira.

É inacreditável como populações concentram-se em grandes cidades fluviais, onde o único deslocamento possível são através de embarcações como canoas e lanchas durante aproximadamente 6 meses ao ano. Não há terra firme e isso me deixou "louca" quando a única coisa que eu queria era sair andando sem rumo, as crianças passam de 2 a 3 horas para chegarem nas escolas. Somos seres totalmente versáteis e adaptáveis a diversas situações e passar por essa experiência sem dúvida enche nossas bagagens de boas lembranças e aprendizado. Este foi o meu retrato da Amazônia, com algumas dificuldades, simples e cheio de adversidades. É retrato também do meu encanto com a fauna, a flora, o pôr-do-sol  mais belo e uma população que batalha, que fez com que cada minuto fosse especial.

Vitórias régias

Casas flutuantes

Ribeirinhos


"Fica decretado que agora vale a verdade, que agora vale a vida 
e que de mãos dadas trabalharemos todos pela vida verdadeira".

Thiago de Melo, poeta amazônico

Um comentário: