4 de ago de 2011

Baleias à vista no litoral catarinense!

Sempre que vou ao litoral catarinense as pessoas falavam para retornar no inverno e início de primavera, época da baixa temporada nas praias do sul. Ir pra praia nesta época não parece ser muito atrativo, não. Pelo menos não era ... até ouvirmos falar da Baleia Franca.

Elas chegaram! e vieram com toda sua prole. Permanecem até meados de Outubro curtindo as águas "quentes" do litoral catarinense.

A baleia franca austral saem da Antártida após passarem o verão se alimentando e migram para o Brasil a procura de águas mais quentes propícia a sua reprodução e acasalamento. Estes "pequenos" mamíferos podem chegar a 17 metros de comprimento. A principal característica da Franca são calosidades em sua superfície que assemelham-se a verrugas, que não as deixam tão bonitinhas quanto imaginei que fossem.

As baleias já foram vista em quase toda costa brasileira mas hoje em dia a concentração fica no litoral sul do país. Os lugares que tem uma maior concentração são em Imbituba (Praia do Rosa), Garopaba, Gamboa e Guarda do Embaú. Todas estas praias ficam cerca de um pouco mais que 90 km ao sul de Florianópolis.


Projeto Baleia Franca

No litoral catarinense no município de Imbituba há a sede que abriga o  Projeto Baleia Franca. O projeto iniciou com um grupo pequeno de voluntários em 1981,  preocupadas em conscientizar sobre a caça predatória de baleias, ato muito praticado pelas indústrias pesqueiras japonesas. O projeto ao longo de um pouco mais que 30 anos reúne esforços para conservação dessa espécie que é a segunda ameaçada de extinção. Estudos apontam que há menos de 8 mil baleias franca espalhadas pelo mundo. Um dos objetivos além de monitorá-las é garantir sua sobrevivência enquanto estão em águas brasileiras.

O turismo de observação é uma, das muitas atividades realizadas pelo Projeto Baleia Franca, através do turismo, grupo de pesquisadores biólogos, oceanógrafos e voluntários passam para o turista dicas e informações sobre este grande mamífero. A PETROBRAS é uma das entidades que financiam o projeto, mas doações são muito importante para manter este programa que ainda precisa de muita infra-estrutura e tecnologia para atender as pesquisasNa sede do projeto tem o Museu da baleia, mas quando estivemos na cidade o museu encontrava-se fechado para reforma.  O museu fica localizado na Praia do Porto em Imbituba e conta um pouco da história da matança de baleias no Brasil.

 Turismo de Observação 

As excursões para observação de baleias saem de Garopaba, localizada a 31 km de Imbituba. Na cidade há duas agências uma delas formada por uma ONG que faz o passeio com duração de 2 horas. A melhor época para avistar as baleias, segundo a agências é a partir da segunda quinzena de agosto até início de outubro.



Nós fomos na segunda semana de julho e foi inacreditável a quantidade de baleias que avistamos.  Fizemos a excursão com o Instituto Baleia Franca que é uma ONG que trabalha com educação ambiental e pesquisas científicas. A ONG trabalha junto a agência de turismo Vida, Sol e Mar e a atividade de observação custa R$120,00 por pessoa. Antes de começar a excursão uma bióloga da agência faz uma pequena palestra de aproximadamente 20 minutos sobre a espécie além de dar as recomendações de aproximação com o mamífero.  É fornecido uma "bela e confortável"  roupa impermeável amarela, super chique ;) e coletes salva-vida.   

Saindo em alto mar
eu, Bruce e sogrinho

Fomos guiados sentido a Praia da Gamboa e Guarda do Embaú até avistarmos a primeiras baleias. No início foi difícil vê-las de perto, mas após muita persistência da equipe em segui-las e comunicar com outros voluntários que estão em outras praias, começamos a avistar as baleias que cada vez chegavam mais perto.As baleias andam geralmente em grupo de 3 ou acompanhadas de seus filhotes. Elas são super dóceis e se aproximam da embarcação sem nenhum medo, proporcionando um belo espetáculo para nós observadores. Ao longo das duas horas vimos mais que 6 baleias, nunca vi um animal tão grande como esse e tão próximo de mim.
 
Tinha uma rede na cabeça

Contato: 
Informações: Turismo Vida, Sol e Mar (48) 3254- 4199

Este é um passeio que toda família pode fazer, inclusive crianças.

Dormir e Comer: 

 Ficamos hospedados na Praia do Rosa em uma pousada simples mas confortável  e bem cuidada, chamada Halliny do Rosa com a simpática proprietária Marlinda. A pousada dispões de piscina e churrasqueiras atrás dos apartamentos.

Se você procura mais conforto e luxo super recomendo a Fazenda Verde do Rosa belos chalés de frente pro mar, com espaço de lazer para crianças. 

Come-se muito bem e com excelente atendimento no Restaurante 77 em Garopaba próximo as agências de observação de baleias. 

Na Praia do Rosa tem o famoso Tigre Asiático que fiquei sabendo através do blog da Cris ela colocou várias fotos legais do restaurante. Lá serve comida oriental, dando destaque pra tailandesa ($$$) e está com bastante destaque na mídia como um dos melhores asiáticos no litoral catarinense. 



Lembrete: O passeio só não foi mais divertido porque esqueci de tomar dramin, se você tem problemas em alto mar não esqueça de tomar.



Fotos: Bruce Bell; Raquel Bell

6 comentários:

  1. Que lindooo!!!!
    Sabe que sou louca para ver essas baleias? Quando estive na Península Valdez não era época delas estarem por lá, apesar de saber disso sempre olhava para o mar com alguma esperança... hehehe
    Mas bom saber do projeto, quem sabe não vejo as baleias em águas brasileiras mesmo?
    Adorei o post!
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  2. Natália sem dúvida é um passeio divertido ... como falei pra ti queria nadar com elas em Tonga, e tb ver outras espécies no Alaska. Mas comecei por águas brasileiras que é mais fácil mesmo, heheh

    Obrigada por visitar !!

    bjos

    ResponderExcluir
  3. Raquel, muito legal o teu blog! Aventureira, o máximo!

    ResponderExcluir
  4. Oi Jô !! haha queria eu ser aventureira ao maximo! Vou tertar este conceito no fim do ano se conseguir fazer a aventura do Monte Roraima !!

    ResponderExcluir
  5. Olá,

    Já estive nas praias da Guarda do Embaú mais só consegui observar os golfinhos enquanto surfava quem sabe na próxima vez não vejo elas.

    Abraços,
    Verônica
    www.falaturista.com.br/destino/hotel-sao-paulo

    ResponderExcluir
  6. Oie Verônica
    A Guarda é mesmo linda foi a primeira vez que estive lá mas como moro relativamente próximo quero voltar no verão ... nossa não cheguei a ver os golfinho, mas de vez qnd consegue se ver tb umas tartarugas marinhas.

    obrigada pela visita !
    :)

    abraços

    ResponderExcluir